GP1

Polícia

Greco prende acusada de integrar quadrilha de assalto a bancos em Teresina

A prisão aconteceu nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (07).

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), prendeu no início da manhã desta quarta-feira (07), uma mulher identificada apenas como M. D. S. R. P, acusada de fazer parte de uma quadrilha especializada em assalto a bancos e estouro de caixas eletrônicos em Teresina. Ela foi presa no bairro Santa Lia, zona leste da Capital.

Segundo informações do delegado Tales Gomes, coordenador do Greco, a prisão se deu por meio de mandado de prisão preventiva e foi realizada após investigação da Polícia Civil, que constatou que a casa onde foram apreendidos armas, coletes e veículos no mês de setembro do ano passado foi alugada pela mulher a pedido de um homem de iniciais G. R. D. C. F. que já foi preso pelo Greco em março deste ano.

Foto: Lucas Dias/GP1Delegado Tales Gomes
Delegado Tales Gomes

De acordo pelo Greco, a casa alugada pela mulher era usada como apoio por G. R. D. C. F. e outros membros da quadrilha quando cometiam roubos a banco. Todas os membros da quadrilha já foram presos pelo Greco ao longo deste ano por conta de roubos a banco e caixas eletrônicos que ocorreram ano passado em Teresina. A Polícia Civil constatou ainda que a dupla B. W. D. S. A. e R. A. D. S, que foi presa no mês passado pelo estouro do caixa eletrônico no Posto Monte Cristo, também parte do mesmo grupo de criminosos.

A mulher já havia sido presa por tráfico de drogas e sequestro de um gerente de banco em 2014, em Água Branca. Na casa onde a mulher foi presa, também estava o companheiro dela, que estava foragido da Penitenciária Major Cesar onde cumpria pena por tráfico. Ele também acabou preso na ação policial.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.