GP1

Polícia

Homem é morto a facadas dentro de cemitério na zona sul de Teresina

A vítima estava com várias perfurações de arma branca e com as roupas sujas de sangue.

Alef Leão/GP1 Homem é encontrado morto em cemitério na Cerâmica Cil Homem é encontrado morto em cemitério na Cerâmica Cil
Alef Leão/GP1 Polícia Militar e Polícia Civil no local Polícia Militar e Polícia Civil no local
Alef Leão/GP1 Alberto Silva era amigo da vítima Alberto Silva era amigo da vítima
Alef Leão/GP1 Local onde o corpo foi encontrado na Cerâmica Cil Local onde o corpo foi encontrado na Cerâmica Cil
Alef Leão/GP1 Sandália encontrada próxima ao corpo Sandália encontrada próxima ao corpo
Alef Leão/GP1 Corpo foi encontrado em cemitério na zona sul de Teresina Corpo foi encontrado em cemitério na zona sul de Teresina
Alef Leão/GP1 IML removeu o corpo da vítima IML removeu o corpo da vítima

Um homem de aproximadamente 35 anos, identificado como Jonas Ribeiro da Silva, foi assassinado com várias facadas, na manhã desta terça-feira (04), dentro de um cemitério no bairro Cerâmica Cil, na zona sul de Teresina.

Em entrevista ao GP1, o sargento Jackson, comandante do Grupamento de Polícia Militar (GPM) de Nazária, afirmou que ele era usuário de drogas e morava no povoado Campestre. A PM verificou que o corpo estava com diversas perfurações pelo corpo e com as roupas sujas de sangue.

Um amigo da vítima, identificado como Alberto Silva, esteve no cemitério e confirmou que a vítima era usuária de drogas e que costumava ir ao local para comprar drogas. "Ele era usuário de drogas, vinha para cá para comprar. Deve ter comprado e veio usar com alguém aqui, algo deve ter dado errado e mataram ele", contou.

O delegado Divanilson Sena, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que o crime será investigado e que maiores informações só poderão ser repassadas após perícia e diligências. Ainda segundo ele, vários vestígios foram deixados na cena do crime, o que vai ajudar na investigação do caso. "Foram várias facadas, mas somente no IML é que o médico legista junto com o perito vão quantificar quantas facadas a vítima sofreu”, declarou o delegado.

A PM fez o isolamento da área até a chegada da perícia e o Instituto de Medicina Legal (IML) de Teresina removeu o corpo do local.

Segundo homicídio nesta terça em Teresina

Também nesta manhã, um assaltante identificado como Cleyton Batista da Silva, de 33 anos, foi executado a tiros, na manhã desta terça-feira (04), na frente de um supermercado no bairro Santo Antônio, zona sul de Teresina. Outro suspeito de assalto foi baleado na perna, mas conseguiu fugir e ainda não foi identificado.

Cleyton Batista estava realizando uma série de assaltos com o comparsa quando foi surpreendido pelos disparos. A motocicleta que os dois estavam utilizando era roubada. Em entrevista ao GP1, um frentista que preferiu não se identificar afirmou que foi assaltado pela dupla por volta de 5h30, quando estava saindo de casa para trabalhar.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.