GP1

Política

Ex-vereador Soroba que é acusado de dois homicídios poderá ser julgado em Teresina

O ex-vereador teve o mandato cassado, pela Câmara Municipal de Água Branca, no dia 14 de janeiro de 2011, por quebra de decoro parlamentar.

Imagem: ReproduçãoClique para ampliarRaimundo de Almeida Santos, o Soroba(Imagem:Reprodução)Raimundo de Almeida Santos, o Soroba
A Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça vai decidir dia 12, segunda-feira, sobre o pedido de desaforamento requerido pelo Ministério Público na Ação Penal procedente de Água Branca, movida contra o ex-vereador mais votado da cidade nas eleições de 2008, Raimundo de Almeida Santos, o Soroba, que é acusado de dois homicídios, teria encomendado a morte de um comerciante em 2005 e no dia 24 de dezembro de 2009 seria o autor dos disparos que mataram um homem identificado como Amiraldo Gomes de Oliveira.

Soroba teve o mandato cassado, pela Câmara Municipal de Água Branca, no dia 14 de janeiro de 2011, por quebra de decoro. Por sete votos a favor, um contra e um voto em branco, os vereadores decidiram cassar o mandato de Soroba que impetrou um mandado de segurança na Comarca de Água Branca, que foi negado pelo Juiz de Direito Thiago Brandão de Almeida.

O ex-vereador chegou a ser reempossado por conta de uma liminar concedida pelo Desembargador Raimundo Eufrásio, mas a Câmara cassou novamente o seu mandato. Para o Ministério Público o réu tem influência em todo o Médio Parnaíba, o que compromete a imparcialidade dos jurados, e pede o desaforamento do julgamento para a Comarca de Teresina ou Demerval Lobão. Soroba foi eleito vereador de Água Branca com 801 votos.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.