GP1

Política

Tererê diz que Firmino Filho e Sílvio Mendes são traidores

"Eu fui traído por Firmino e Silvio Mendes porque se eles quisessem teriam me dado suporte nas eleições que participei", disse o ex-deputado.

O ex-deputado estadual pelo Piauí, Deusimar Brito, “o Tererê”, disse ao GP1 que foi traído por Sílvio Mendes (atualmente no Progressistas) e pelo prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB). Ele alegou que os dois não o ajudaram nas campanhas de 2014 e 2016 quando ele concorreu aos cargos de deputado e prefeito de Parnaíba, respectivamente.

Tererê decidiu tornar público o desprezo e o abandono que há tempos vinha sofrendo dentro do PSDB e afirmou que estava cego pela “paixão” que sempre manteve pelo partido.

  • Foto: AlepiEx-deputado TererêEx-deputado Tererê

“Em 2014, o Silvio Mendes gravou contra o PSDB pedindo voto para o Mão Santa, sem se importar com a minha candidatura a prefeito de Parnaíba. E o Firmino também não deu importância alguma pra minha candidatura de deputado estadual. Isso me machucou demais. Eu já vinha um pouco ferido, mas suportava. Depois dessa, senti que não tinha olhares do PSDB pra mim. Eu fui traído por Firmino e Silvio Mendes porque se eles quisessem teriam me dado suporte nas eleições que participei. Aquela paixão pelo ninho tucano era tão grande que eu não tinha uma visão do desprezo, do abandono que faziam comigo”, disse o ex-parlamentar.

Tererê assegurou que a lealdade que sempre manteve ao PSDB o impediu de ser eleito em três oportunidades. “Três candidaturas que tive foi tentando levantar o partido, eu nunca tive um suporte político e nem um apoio humano. Sempre fiquei correndo só, com a bandeira levantada e ainda vieram aqui pedir voto contra mim, na minha própria cidade. Isso foi o que mais me machucou. Eu sempre tive uma paixão muito grande pelo PSDB e não olhava para meu lado político. Porque eu sendo deputado eu tenho minha independência”, ressaltou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Firmino Filho e Sílvio mendesFirmino Filho e Sílvio mendes

O ex-deputado estadual voltou a chamar o prefeito Firmino Filho de traidor. “Ele é um traidor dos amigos. As pessoas têm medo de dizer porque ele tem poder. Mas, eu não devo nada a Prefeitura, eu nunca procurei nada porque eu sempre quis ter a minha independência e falar o que eu penso. Eu me calei por um ano por questão minha, de ver as coisas e deixar aquela paixão louca que me dominava. Hoje eu tenho visão de que o Firmino só usa as pessoas e depois joga fora, abandona. O Firmino não tem palavra, não cumpre, não agrega e não ajuda os amigos quando estão em situação difícil. Eu sou a prova viva”, desabafou ele.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.