GP1

Política

Tererê admite caminhar com Wellington Dias em prol do Piauí

"Desde que o Governo tenha um plano para desenvolver o Estado, vou ter que compartilhar com o bem da população", disse o ex-deputado.

O ex-deputado estadual Deusimar Brito, o “Tererê”, sempre foi um dos maiores críticos do Partido dos Trabalhadores. Mas, com a iminente saída dele para se filiar a um partido que integra a base do Governo Welington Dias (PT), ele deverá subir no mesmo palanque dos petistas.

Durante entrevista ao GP1, Tererê falou sobre o assunto e afirmou que sempre foi um político partidário, mas, advertiu que apoiará as bandeiras do Governo desde que elas sejam em defesa do estado do Piauí. O ex-deputado disse que se conseguir um assento na Assembleia Legislativa, independente de que lado esteja, vai adotar uma postura de independência no parlamento.

  • Foto: AlepiEx-deputado TererêEx-deputado Tererê

“Eu sempre fiz críticas construtivas ao PT, sempre fui buscar no PT as realizações para o Estado e para minha região. Quando havia uma mentira eu combatia, ia pra TV sempre expondo a realidade. Critiquei o PT pela maneira de não cumprir as coisas, mas eu ia para a TV para agradecer também. Eu sempre fui um político partidarista, mas com minha ideologia pessoal. Portanto, desde que o Governo tenha um plano para desenvolver o Estado, vou ter que compartilhar com o bem da população. Agora se o Governo for omisso e fazendo corpo mole, vou para cima, para que ele possa trabalhar”, justificou Tererê.

Em outra entrevista ao GP1, Tererê revelou que recebeu convites do Podemos, PSD e PTC. Este último, segundo o próprio ex-deputado, é o mais afinado com seus planos político/eleitorais.

“Sempre fiz um trabalho de legenda partidária. Como deputado, eu tinha que falar aquilo que as pessoas queriam dizer, o que eu escutava nas ruas. Então, eu agia na falta do que o PT não fazia, tanto que na época, conseguimos para Parnaíba coisas que jamais tínhamos tido, como por exemplo, a realização das obras dos Tabuleiros Litorâneos. Estarei em uma legenda, acompanharei o partido que eu estiver, mas, naquilo que for proposta para o bem da população”, frisou Tererê.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.