GP1

Política

Tererê diz que Firmino Filho foi ingrato com Themístocles Filho

“O Firmino não tem amigo político, basta ver que ele não cumpre os compromissos com quem o ajuda. É só ver o caso do Themístocles Sampaio", disse o tucano.

O ex-deputado estadual, Deusimar Brito, o “Tererê” voltou a criticar a conduta política do prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB). O ex-parlamentar afirmou que o comandante maior da Capital foi ingrato com o presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Sampaio Filho (MDB) no episódio em que foi definida a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal para o biênio 2019/2020.

Para Tererê, se Themístocles Filho não tivesse indicado o vice de Firmino, o tucano teria perdido o pleito para seu principal adversário à época, o deputado estadual Dr. Pessoa (PSD).

  • Foto: AlepiEx-deputado TererêEx-deputado Tererê

“O Firmino não tem amigo político, basta ver que ele não cumpre os compromissos com quem o ajuda. É só ver o caso do Themístocles Sampaio que deu uma eleição para ele e agora o Firmino bateu de frente quando perdeu o comando da Câmara. O prefeito exonerou as pessoas do Themístocles e esqueceu que foi o Themístocles quem ajudou a elegê-lo. Se o MDB não tivesse indicado o vice dele, o Firmino Filho tinha perdido a eleição para o Dr. Pessoa. Ele foi muito ingrato com deputado Themístocles Filho, com Tererê e outros mais”, disparou Tererê.

O ex-deputado ainda deixou claro que vai externar todos esses posicionamentos à população durante as eleições desse ano. “Eu não sei se a população vai entender isso, mas eu vou falar na TV, nas propagandas para desmistificar esse poder que ele acha que é dele. Acho que ele pirou de vez. O Firmino é estrategista, utiliza as pessoas e depois joga os pés. Mas, já vi muitos políticos serem assim e depois se acabar”, alertou o ex-parlamentar.

Desentendimento

Firmino Filho e Themístocles Filho tiveram um atrito por conta da eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Teresina para o biênio 2019/2020. O prefeito não gostou da antecipação do pleito e alegou influência de outros Poderes, entre eles, da Assembleia Legislativa. Essas colocações desencadearam a reação de Themístocles Filho que chegou a chamar o tucano de “ditador e traidor”. Em resposta, Firmino exonerou membros do MDB que estavam na Prefeitura e rompeu com o vereador Zé Nito, que é ligado a Themístocles.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.