GP1

Política

Justiça manda ex-prefeito Ronaldo Lages excluir pesquisa falsa do Facebook

A decisão foi dada no dia 19 de agosto pelo juiz Maurício Machado Queiroz Ribeiro, da 49ª Zona Eleitoral de Porto, atendendo representação da Comissão Provisória do Partido Social Democrático

A Justiça Eleitoral determinou ao ex-prefeito de Nossa Senhora dos Remédios, Ronaldo Lages, a exclusão de publicações em suas redes sociais com números de uma pesquisa eleitoral falsa. A decisão foi dada no dia 19 de agosto pelo juiz Maurício Machado Queiroz Ribeiro, da 49ª Zona Eleitoral de Porto, atendendo representação da Comissão Provisória do Partido Social Democrático (PSD).

Segundo a representação, Ronaldo Lages divulgou no Facebook uma pesquisa que supostamente teria sido realizada no município mostrando números que apontam os pré-candidatos a prefeito Dr. Fernando (PSD) e Pedro Filho (PSL) com 34,93% e 25,64% das intenções de voto, respectivamente.

  • Foto: FacebookRonaldo LagesRonaldo Lages

De acordo com a decisão, ao consultar o Tribunal Superior Eleitoral, foi constatado que não consta qualquer pesquisa de intenções de votos contendo as informações publicadas pelo ex-prefeito em sua página da rede social Facebook.

“A divulgação de pesquisas falsas ou sem o devido registro na Justiça Eleitoral podem trazer graves prejuízos à sociedade, vez que possuem o condão de macular a opinião pública e influenciar no processo democrático”, diz trecho da decisão.

O juiz determinou a retirada da publicação no prazo de 24 (vinte e quatro) horas sob pena de multa diária de R$ 10 mil.

Outro lado

Ronaldo Lages não foi localizado pelo GP1.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.