GP1

Política

Desembargador concede prisão domiciliar ao empresário Jeremias Pereira

Além de Jeremias, também foi para prisão domiciliar o prefeito afastado de Itaueira, Quirino Avelino. Eles alegaram que são do grupo de risco para a covid-19 com comorbidades comprovadas nos

O desembargador Joaquim Dias de Santana Filho, do Tribunal de Justiça do Piauí, deferiu o pedido de conversão da prisão preventiva em prisão domiciliar requerida pela defesa do empresário Jeremias Pereira da Silva. A decisão foi dada nessa segunda-feira (28).

Além de Jeremias, também foi para prisão domiciliar o prefeito afastado de Itaueira, Quirino Avelino. Eles alegaram que são do grupo de risco para a covid-19 com comorbidades comprovadas nos autos do pedido.

Além da prisão domiciliar, o empresário deverá cumprir medidas tais como: possibilidade de ausentar-se da residência apenas para tratamento médico e, ainda assim, acompanhado de força policial; justificação quinzenal de suas atividades, a ser feita mediante petição apresentada por seus advogados; apresentação de atestado médico sobre sua saúde; proibição de acesso a locais pertencentes à Administração Pública, direta ou indireta, exceto hospitais e postos de saúde em caso de necessidade; não manter contato com os demais acusados; uso de tornozeleira eletrônica e não se ausentar da comarca sem prévia comunicação ao juízo.

Os demais alvos da operação Perpetuatio, o secretário de obras de Itaueira, Gaston de Sousa Cavalcante, e o empresário Edivar de Sousa Cavalcante, permanecem foragidos.

O prefeito afastado, o secretário e os empresários são acusados da prática dos crimes de organização criminosa, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Quirino Avelino é preso e será monitorado por tornozeleira eletrônica

Justiça manda prender prefeito Quirino Avelino, empresários e secretário

Gaeco cumpre mandados na casa do prefeito Quirino Avelino

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.