GP1

Política

Júlio Arcoverde diz que Ciro Nogueira segue sendo opção para Governo

“Nada impede que uma mulher possa ser candidata a governadora. Contudo, acredito que hoje o nosso candidato é disparado preferencialmente, o senador”, afirmou Arcoverde.

O deputado estadual e presidente do PP no Piauí, Júlio Arcoverde, disse ao GP1 neste domingo (10), que o partido não descarta lançar uma mulher como candidata ao Governo do Piauí em 2022, porém, voltou a frisar que o nome do senador Ciro Nogueira (dirigente nacional do PP) continua sendo a preferência para o cargo.

Júlio Arcoverde se pronunciou após conjecturas de bastidores que apontam para o nome da deputada federal Iracema Portella (Progressistas) como alternativa para o executivo piauiense no próximo pleito.

Foto: Lucas Dias/GP1Júlio Arcoverde
Júlio Arcoverde

“O senador sempre disse que o que tiver melhor colocado não só nas pesquisas quantitativas, mas também nas qualitativas, o que tiver a chance de derrotar esses esquemas que já estão aí há bastante tempo, nada impede que uma mulher possa ser candidata a governadora. Contudo, acredito que hoje o nosso candidato é disparado preferencialmente, através de pesquisas que a gente faz, o senador Ciro Nogueira”, reafirmou Arcoverde.

Adversário

O Progressistas se prepara para enfrentar o grupo liderado pelo governador do Estado, Wellington Dias (PT), que deve renunciar ao cargo em 22 para disputar o Senado Federal mais uma vez.

Ciro que já foi aliado de primeira hora de Wellington, é hoje o principal nome para concorrer ao comando do Palácio de Karnak pela oposição. Para ter chances de efetivar os planos, o senador tem fortalecido o partido com filiações, inclusive de prefeitos.

A meta, segundo Júlio Arcoverde, é chegar a marca de 100 gestores municipais filiados ainda no primeiro semestre de 2021. “Vamos filiar cerca de 10 prefeitos no início de fevereiro”, adiantou Arcoverde.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.