GP1

Política

PP e Solidariedade demonstram interesse na filiação de Fábio Abreu

Alguns dessabores ocorridos nas eleições de 2020 acabaram estremecendo as relações do deputado federal Fábio Abreu com a direção de seu partido, o PL.

Alguns dessabores ocorridos nas eleições de 2020 acabaram estremecendo as relações do deputado federal Fábio Abreu com a direção de seu partido, o PL. Alguns desses desentendimentos, entre eles uma suposta falta de apoio da legenda à candidatura de Abreu na disputa pela Prefeitura de Teresina, acabaram pavimentando o caminho para saída do parlamentar do PL.

Toda essa celeuma, acabou despertando o interesse de alguns partidos pela filiação de Abreu. Estão na lista: MDB, Solidariedade do deputado estadual Evaldo Gomes e Progressistas do senador Ciro Nogueira. O GP1 conversou neste domingo (10) com Ciro e Evaldo e ambos confirmaram diálogos com Fábio.

Foto: GP1Ciro Nogueira, Fábio Abreu e Evaldo Gomes
Ciro Nogueira, Fábio Abreu e Evaldo Gomes

O senador adiantou que as conversas estão sendo iniciadas, contudo, ponderou que os acertos só deverão ser efetivados seis meses antes das eleições de 2022, quando haverá a abertura da janela partidária para mudança de sigla sem prejuízo aos mandatos.

“Estamos muito interessados na filiação dele [Abreu] ao Progressistas. Mas, qualquer definição seja do Fábio Abreu ou de qualquer outro parlamentar, já que estamos conversando com vários da oposição e da situação, só vai acontecer seis meses antes das eleições. Por conta da janela, já que ainda não existe janela. Portanto, falar em definições agora é impossível”, esclareceu Ciro.

Evaldo Gomes também informou à nossa reportagem que o Solidariedade já externou interesse de contar com Fábio Abreu em seus quadros. “O convidei sim e estamos conversando. Porém, temos muito tempo até 2022”, pontuou Gomes.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.