GP1

Política

"Não vim à Câmara para pressionar vereadores", diz prefeito Dr. Pessoa

A visita do prefeito à Câmara Municipal de Teresina deixou um clima de insatisfação em parte da base na Casa.

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, esteve na Câmara Municipal na manhã desta quarta-feira (17), para uma visita de cortesia. Segundo ele, não houve convite por parte dos parlamentares.

“Não teve convite, fui eu que me convidei, aqui é uma casa livre, é um poder livre, eu vim porque estava com saudade de tomar um café. Eu não vim à Câmara para pressionar vereadores ou grupo porque não é o meu estilo”, afirmou o prefeito.

Foto: Lucas Dias/GP1Dr. pessoa se reúne com vereadores
Dr. pessoa se reúne com vereadores

Dr. Pessoa também disse que não via a existência de oposição na Casa. "Ainda não vi nenhum de oposição, essa base está robusta. Não é que eu não queira que tenha oposição, eles mesmos é que se quiserem ser de oposição, de livre e espontânea vontade".

Questionado se iria pedir aos vereadores para que o projeto da reforma administrativa fosse votado logo, Dr. Pessoa respondeu que não. “Não tem imposição de votar hoje ou qualquer outro dia, eu disse amistosamente aos vereadores que nós devemos caminhar com o mesmo objetivo de servir bem o povo de Teresina. Mas, eu não vim por isso [por causa da reforma]”, declarou.

Em relação ao projeto ter sido aprovado pela Comissão de Legislação e Justiça com algumas emendas, o prefeito disse que são pequenos detalhes que não fizeram com que a essência da reforma fosse atingida.

Insatisfação

A visita do prefeito à Câmara Municipal de Teresina deixou um clima de insatisfação em parte da base na Casa. O encontro, que era esperado para se discutir a reforma, além de desmanchar o clima de animosidade entre o Executivo e o Legislativo, acabou não tendo esse efeito.

Foto: Lucas Dias/GP1Dr. Pessoa
Dr. Pessoa

Isso ficou claro após a saída em comboio dos vereadores que deixaram o prefeito sozinho, apenas com seus assessores.

Reforma aprovada

Foi aprovada na manhã dessa terça-feira (16) pela Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final da Câmara de Teresina a proposta de reforma administrativa da Prefeitura da Capital. O texto sofreu algumas alterações devido a emendas propostas pelos parlamentares.

O vereador Dudu (PT), que preside a comissão, explicou que a economia inicial com os ajustes seria de R$ 27 mil, mas que esse valor foi ampliado para quase R$ 100 mil devido as mudanças aprovadas.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.