GP1

Política

Bancada do MDB discute composição proporcional em 2022 no Piauí

O encontro ocorreu na manhã desta sexta-feira (19), na sede do partido, zona leste de Teresina.

Lucas Dias/GP1 João Mádison João Mádison
Lucas Dias/GP1 Reunião da bancada do MDB Reunião da bancada do MDB
Lucas Dias/GP1 Senador Marcelo Castro Senador Marcelo Castro
Lucas Dias/GP1 Reunião aconteceu na sede do MDB em Teresina Reunião aconteceu na sede do MDB em Teresina
Lucas Dias/GP1 Reunião discutiu as eleições proporcionais de 2022 Reunião discutiu as eleições proporcionais de 2022
Lucas Dias/GP1 Senador Marcelo Castro Senador Marcelo Castro
João Mádison
Reunião da bancada do MDB
Senador Marcelo Castro
Reunião aconteceu na sede do MDB em Teresina
Reunião discutiu as eleições proporcionais de 2022
Senador Marcelo Castro

A executiva regional do MDB reuniu a bancada de deputados para discutir a formação da chapa proporcional nas eleições de 2022. O encontro ocorreu na manhã desta sexta-feira (19), na sede do partido, zona leste de Teresina. O partido iniciou a discussão para analisar o melhor caminho para o próximo pleito, caso se mantenha a proibição das coligações.

Segundo o presidente estadual do MDB, senador Marcelo Castro, esta é a primeira reunião que está sendo realizada depois do início da pandemia. "Nós temos uma rotina aqui no MDB que é de praticar a democracia interna, tudo aqui no partido é decidido coletivamente, a executiva se reúne, e a gente toma as decisões e essa pandemia interrompeu esse hábito saudável de fazer reuniões ordinárias todas as segundas-feiras. Então, essa é a primeira reunião que estamos fazendo depois da pandemia", explicou.

Marcelo disse ainda que foi feito o balanço do resultado das eleições 2020. "Evidente que como nós não reunimos ainda depois da eleição de prefeito nós fizemos um balanço geral de como o partido se saiu e sem nenhuma dúvida falamos sobre 2022, sobre como é que vai ser, como vai ficar, evidentemente que quando os políticos se encontram tratam de política e de eleição", afirmou.

Sobre a preocupação dos deputados em relação ao fim das coligações proporcionais, Marcelo disse que essa é uma questão que está preocupando a todos. "Isso é preocupação de todos os partidos, porque é a primeira vez que nós vamos fazer uma eleição de deputado estadual e federal sem coligações proporcionais, nas outras eleições os partidos tinham estratégias para irem em coligação agora como não tem mais, cada partido terá que fazer a sua legenda individualmente e naturalmente todo partido está preocupado com isso, é uma preocupação legítima e natural porque os que têm mandatos querem manter os mandatos e todos que são candidatos querem ser eleitos", declarou.

João Mádison destacou que na reunião ficou definido que cada parlamentar deverá buscar candidatos para fortalecer o partido. "Cada parlamentar vai buscar candidatos, fortalecer o partido no interior onde perdemos com poucos votos, isso também nós vamos fazer".

"Foi uma reunião muito boa, ouvimos o nosso presidente Marcelo Castro e o presidente Themístocles. Marcelo Castro já tem conversado com o governador sobre o fortalecimento do MDB e com vários candidatos, as coisas têm andado muito bem, o Marcelo Castro trabalha no silêncio, ele é um estrategista, temos que respeitar, as coisas estão muito bem, e o MDB eu acredito que vai sair muito forte das eleições de 2022", enfatizou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.