GP1

Política

“Não podemos jogar lenha”, diz Elmano Férrer sobre tensão entre Poderes

O senador disse que vê com preocupação o tensionamento entre o poder executivo e o Supremo.

Em entrevista ao GP1 nesta quarta-feira (8) o senador Elmano Férrer (Progressistas) disse que vê com preocupação o tensionamento entre o poder executivo e o Supremo Tribunal Federal (STF). Elmano é um dos vice-líderes do Governo no Senado e destacou que os aliados não devem “jogar lenha” na fogueira.

“Temos que buscar um entendimento. Embora seja aliado do presidente, eu advogo a tese do entendimento. Vejo com grande preocupação esse tensionamento entre os Poderes. Se a corda quebrar não sabemos o nosso futuro. Estou ao lado daqueles que querem construir um consenso, embora reconheça que está havendo uma radicalização. Vou até a última instância buscar o entendimento entre os Poderes”, afirmou o senador Elmano Férrer.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Senador Elmano Ferrer
Senador Elmano Ferrer

“Temos que buscar um entendimento, sobretudo nós que integramos a federação. Temos que jogar uma ducha de água fria nessa fogueira. Não podemos é jogar lenha”, continuou o senador. Elmano destacou ainda que “o estado democrático de direito foi uma conquista da sociedade brasileira”.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem feito duras críticas aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e afirmou durante manifestação nessa terça-feira (7) na Avenida Paulista, que não vai acatar nenhuma ordem do ministro Alexandre de Moraes.

“Qualquer decisão do senhor Alexandre de Moraes, esse presidente não mais cumprirá. A paciência do nosso povo já se esgotou. Ele tem tempo ainda de pedir o seu boné e cuidar da sua vida. Ele, para nós, não existe mais”, disse Bolsonaro.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.