GP1

Política

PT de Pernambuco expulsa filiados que não apoiam candidato do PSB

Grupo havia deflagrado movimento de apoio a à pré-candidatura de Marília Arraes, do Solidariedade.
Por Estadão Conteúdo

O PT de Pernambuco determinou a expulsão de 11 filiados que não seguiram a orientação do partido de apoiar a pré-candidatura de Danilo Cabral (PSB) ao governo do Estado. A decisão foi formalizada nesta terça-feira, 5, pelo diretório estadual da sigla.

A maior parte dos expulsos tinha deflagrado um movimento de apoio à pré-candidatura de Marília Arraes (Solidariedade) ao governo. A medida foi avaliada como indicativo de que o PT local não vai tolerar defecções a Cabral, cujo partido, o PSB, é o maior aliado do ex-presidente Luiz Inácio Lula Silva (PT) em plano nacional.

Marília, que deixou o PT em março deste ano após divergências com a cúpula da sigla, abriu uma disputa com Cabral pela imagem e votos lulistas em Pernambuco. A deputada federal aposta na relação histórica de proximidade com o ex-presidente Lula e mantém o apoio a ele, mesmo após ter deixado o PT. Lula reitera, no entanto, que seu candidato no Estado é Cabral.

Dos 11 expulsos, pelo menos 9 tinham declarado apoio a neta do ex-governador Miguel Arraes, como a vereadora de Garanhuns e presidente do diretório municipal, Fany Bernal, e o presidente do PT em Igarassu, Francisco Gomes da Silva. O prefeito de Orocó havia externado publicamente apoio ao pré-candidato Miguel Coelho (União Brasil), ex-prefeito de Petrolina. Todas as expulsões aconteceram por infidelidade partidária.

Presidente do PT em Pernambuco, o deputado estadual Doriel Barros afirmou que as expulsões não “são relacionadas a Marília Arraes” e foram baseadas em resolução do diretório estadual da sigla, que decidiu por apoio a Danilo Cabral. Ainda segundo ele, o caso é “assunto superado”.

De acordo com a pesquisa eleitoral do Instituto Opus, divulgada nesta quarta-feira, 6, Marília lidera com 27% de intenção de voto.

O levantamento, feito de maneira presencial, ouviu mil entrevistados em 60 municípios de Pernambuco. Raquel Lyra (PSDB) tem 14% de intenção de voto, enquanto Miguel Coelho (União Brasil) fica com 11% e Anderson Ferreira (PL) aparece com 10%. Levando-se em conta a margem de erro de 3,2 pontos percentuais, eles estão empatados tecnicamente. Danilo Cabral (PSB) aparece com 5%

A pesquisa eleitoral da Opus foi realizada entre os dias 28 de junho e 05 de julho. Ela foi registrada no TSE sob numeração PE-00878/2022. O intervalo de confiança é 95%.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.