Eleições 2020

Câmara não votou decretos que permitiram candidatura de Dó Bacelar

A fraude foi arquitetada no alvorecer da campanha eleitoral, antes do registro das candidaturas, visando induzir a Justiça Eleitoral a erro.

Os membros do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí precisam ouvir a gravação ambiental na qual o presidente da Câmara Municipal de Porto/PI, João Elton assume que editou e publicou decretos legislativos na tentativa de salvar a candidatura do prefeito Dó Bacelar (PP), sem que tenha havido sessão de apreciação e aprovação dos documentos.

A fraude foi arquitetada no alvorecer da campanha eleitoral, antes do registro das candidaturas, visando induzir a Justiça Eleitoral a erro.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook

 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.