Política

CCJ do Senado aprova fim do foro privilegiado em crimes comuns

Atualmente a Constituição garante a autoridades julgamento em tribunais superiores, no entanto, pela proposta, o foro privilegiado deixaria de existir até para o presidente da República.

DEISE KESSLER

Nesta quarta-feira (30), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou um parecer do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) favorável à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que põe fim ao foro privilegiado nos casos de crimes comuns, como roubo e corrupção.

De acordo com o G1, atualmente a Constituição garante a autoridades julgamento em tribunais superiores, no entanto, pela proposta, o foro privilegiado deixaria de existir até para o presidente da República, nos casos de infrações penais comuns. A proposta ainda precisa passar por duas votações no plenário principal do Senado e duas na Câmara.

  • Foto: Andressa Anholete/Estadão ConteúdoPlenário do SenadoPlenário do Senado

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que a proposta precisa ser debatida e colocada em votação pelo plenário principal da Casa quando estiver “madura”. “Temos que acabar com a prerrogativa de foro, mas para todo mundo. Você não pode penalizar a representação política apenas, isso não vai resolver o problema da impunidade”, relatou.

Além disso, a proposta não extingue, no entanto, o foro privilegiado para presidente, ministros e procurador-geral da República nos casos de crime de responsabilidade. Nessas hipóteses, as autoridades são julgadas nos tribunais especificados pela Constituição.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

CCJ do Senado aprova fim do foro privilegiado em crimes comuns
http://www.gp1.com.br/noticias/ccj-do-senado-aprova-fim-do-foro-privilegiado-em-crimes-comuns-405213.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.