Piauí - Alto Longá

Delegado indicia vice-prefeito Marciel Sindô por agredir jornalista

O inquérito tramita na 1ª Câmara Especializada Criminal e tem como relator o desembargador Pedro de Alcântara Macedo. Os autos foram encaminhados a Procuradoria Geral de Justiça para manifestação.

GIL SOBREIRA

- atualizado
  • Foto: DivulgaçãoMarciel SindôMarciel Sindô

Já tramita no Tribuna de Justiça o inquérito policial que investiga o crime de lesão corporal praticado contra o jornalista Ademar Sousa pelo ex-prefeito Flavio Campos Soares, o ‘Flávio de Teté’ e pelo atual vice-prefeito, Marciel Marques de Moura Paiva, conhecido “Marciel Sindô”, ambos do Município de Alto Longá.

Após ouvir dezesseis pessoas e a realização de perícias, o delegado Cadena Júnior indiciou Flávio de Teté e Marciel Sindo acusados da pratica do crime tipificado no art.129, do Código Penal. A pena prevista é a de detenção, de três meses a um ano.

Os autos do inquérito foram enviados ao Tribunal de Justiça em razão do foro privilegiado por prerrogativa de função concedido aos vice-prefeitos pela Constituição Estadual.

O inquérito tramita na 1ª Câmara Especializada Criminal e tem como relator o desembargador Pedro de Alcântara Macedo. Os autos foram encaminhados a Procuradoria Geral de Justiça para manifestação.

Entenda o caso

O jornalista Ademar do Nascimento Sousa, conhecido ‘Ademarzinho’, foi agredido durante a inauguração de uma obra de asfaltamento no povoado Invejada dos Cardosos, município de Alto Longá, no dia 08 de julho deste ano. O ex-prefeito da cidade, Fábio Teté, foi acusado de iniciar as agressões e incentivar que outras pessoas também agredissem o jornalista, o que de fato aconteceu, já que o vice-prefeito Marciel Sindô também desferiu um soco no rosto de Ademarzinho.