Piauí - Matias Olímpio

Estudantes denunciam secretária de Matias Olímpio por homofobia

De acordo com os estudantes, a educadora realizou postagens desrespeitando um aluno do 1º anos do ensino médio, de 17 anos, que é homossexual.

LUCAS MARREIROS

- atualizado

Alunos da Unidade Escolar José Amável, em Matias Olímpio, a 237 km de Teresina, estão denunciando a secretária de educação do município, Sunamita Pinheiro, por homofobia. De acordo com os estudantes, a educadora realizou postagens desrespeitando um aluno do 1º ano do ensino médio, de 17 anos, que é homossexual.

  • Foto: Facebook/Sunamita PinheiroSunamita PinheiroSunamita Pinheiro

"Ele participou de um concurso de mais bela estudante, só que ele foi montada de mulher. A secretária de educação colocou no Facebook piadas homófobicas contra o aluno, fez vários comentários homofóbicos, criticando a participação dele no concurso", relatou um dos estudantes que não quis ser identificado.

Na publicação que a secretária fez na rede social Facebook, ela parabenizou a escolha da escola e os jurados porque eles entenderam “a distinção de mais belo e mais bela. E saberem escolher verdadeiramente uma mulher para representar a classe feminina. Uma escola consciente e apta em suas atitudes”.

  • Foto: Facebook/Sunamita PinheiroPublicação de SunamitaPublicação de Sunamita que causou polêmica

Alguns alunos criticaram as publicações da secretária, comentando as palavras "homofóbica" e "preconceituosa". Em entrevista ao GP1, a educadora negou as acusações e disse que apenas emitiu um posicionamento pessoal em sua rede social.

"Eu não tenho reação homofóbica a ninguém. Eu apenas postei um comentário pessoal no mural do meu Facebook, não teci comentários pejorativos. Não me manifestei de forma contrária, apenas parabenizei a escolha da outra escola que elegeu uma mulher como mais bela estudante", declarou Sunamita Pinheiro, que destacou que não concorda que um homem seja escolhido para representar a classe feminina.

  • Foto: Facebook/Sunamita PinheiroSunamita nega preconceitoSunamita nega preconceito

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB