Piauí - Teresina

INCRA vai implantar Sistema Eletrônico de Informações

Servidores, terceirizados e estagiários do órgão estão se capacitando em Teresina e um cronograma já foi fechado pelo Grupo de Trabalho.

A Superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Piauí vai implementar a partir do dia 02 de outubro o Sistema Eletrônico de Informações (SEI), que vai agilizar a tramitação de processos, além de permitir o acompanhamento dos documentos em diversos aparelhos e plataformas.

Servidores, terceirizados e estagiários do órgão estão se capacitando em Teresina e um cronograma já foi fechado pelo Grupo de Trabalho que está adotando todas as providências pra que, em breve, servidores e a comunidade em geral possam adotar efetivamente a nova tecnologia.

  • Foto: Divulgação/AscomReuniãoReunião

“Com o novo sistema, os processos e demais documentos serão todos digitalizados, gerando mais eficiência, economia de papel e tramitação mais rápida. É um passo importante na racionalização dos gastos públicos”, declarou o superintendente do Incra no Piauí, Howzembergson de Brito Lima. O superintendente explicou, também, que o cronograma de implementação do SEI faz parte de uma determinação do Incra-Sede de agilizar e dar transparência a todos os atos do órgão.

O Coordenador de Implantação do SEI na Superintendência do Piauí, José Wilson, informa que, no momento, toda a estrutura está sendo preparada dentro do Incra-Piauí, servidores já treinados estão sendo escolhidos como multiplicadores e divulgadores da nova plataforma dentro da instituição. “Vamos adotar todas as providências nos prazos estipulados para que no dia 02 de outubro esteja tudo pronto”.

Sobre o SEI

O novo Sistema foi desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Trata-se de uma plataforma que abrange um conjunto de funcionalidades, promovendo uma maior eficiência administrativa. Os processos que antes eram feitos em papel e arquivados, agora serão digitais.

Dentre várias funções oferecidas pelo SEI, algumas delas englobam mais facilidade para o dia a dia do servidor e terceirizado. O novo processo tem a vantagem de ser melhor ecologicamente, pois reduzirá o uso de papéis nas Superintendências Regionais, além de ser totalmente acessível e portátil, disponível em vários aparelhos e plataformas.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB