PI - Assunção do Piauí

Jackson Kennedy renuncia após indeferimento de candidatura

A renúncia foi homologada pelo juiz eleitoral Roberth Rogério Marinho Arouche, da 39º Zona Eleitoral no dia 6 de setembro.

BÁRBARA RODRIGUES

  • Foto: Facekook/Jackson KennedyJackson KennedyJackson Kennedy

Jackson Kennedy de Melo Cavalcante (PDT) desistiu de disputar o cargo de prefeito em Assunção do Piauí após ter o seu registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral.

A renúncia foi homologada pelo juiz eleitoral Roberth Rogério Marinho Arouche, da 39º Zona Eleitoral no dia 6 de setembro. O comerciante Jackson fazia parte da coligação “A Mudança que o Povo Quer”, formada pelo PDT, PT PRB, PTB e DEM.

No dia 1º de setembro, o juiz Roberth Marinho já havia indeferido o registro de candidatura de Jackson. O Ministério Público Eleitoral e a Coligação "O Trabalho Continua" ingressaram com pedido de impugnação ao registro de candidatura, alegando que Jackson estava inelegível por não apresentar certidão de quitação eleitoral, em decorrência da não prestação de contas referente às eleições de 2012. O pedido foi aceito e o registro indeferido.

Rosália Pereira Furtado (PDT) deverá substituir Jackson na chapa. O seu registro de candidatura ainda será julgado. No município há mais um candidato à prefeito. Antônio Luiz Neto (PSD), o Netinho, que faz parte da coligação "O Trabalho Continua" e já teve o registro da sua candidatura deferido.

MAIS NA WEB