Piauí - Barreiras do Piauí

Prefeito Divino Alano é preso com R$ 57 mil em Gilbués

"Ele foi preso por captação ilícita de sufrágio, ou seja, o famoso compra de votos”, informou o delegado Willame Moraes.

JOCIARA LUZ

- atualizado
  • Foto: DivulgaçãoPrefieto Divino AlanoPrefieto Divino Alano

O prefeito de Barreiras do Piauí, Divino Alano Barreira Seraine (PMDB), conhecido como Dr. Alano, foi preso na noite desta sexta-feira (30), na cidade de Gilbués, acusado de compra de votos. Com ele foram encontrados R$ 57 mil e material de campanha.

De acordo com o delegado Willame  Moraes, gerente de Policiamento do Interior, a prisão se deu após denúncias. “Está tendo muito denúncia e também muita fiscalização pelos órgãos de segurança, o Ministério Público e até mesmo o próprio juiz”, disse.

O delegado informou que a voz de prisão foi dada pelo promotor Márcio Carcará. “Ontem o promotor Dr. Mário Carcará recebeu essa denúncia e abordou o veículo do prefeito juntamente com a Guarnição da Polícia Militar e lá foi encontrado esse material de campanha eleitoral e R$ 57 mil em espécie”, narrou.

Willame Moraes explicou que existiam indícios suficientes que caracterizavam captação ilícita de sufrágio e, por isso, o prefeito Dr. Alano foi autuado em flagrante. “Diante da denúncia, diante das evidências o promotor mesmo deu voz de prisão e o Delegado Yan lavrou o flagrante delito. Ele foi preso por captação ilícita de sufrágio, ou seja, o famoso compra de votos”, informou.

Mais conteúdo sobre:

Link do texto:

Prefeito Divino Alano é preso com R$ 57 mil em Gilbués
http://www.gp1.com.br/noticias/prefeito-divino-alano-e-preso-com-r-57-mil-em-gilbues-402066.html

© 2007-2016 GP1 - O Primeiro Grande Portal do Piauí. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.