Política

Temer vai se reunir com 80 deputados indecisos sobre denúncia

Uma equipe será montada para monitorar todos os votos e o presidente deverá se encontrar pessoalmente com cada um dos 80 deputados.

BÁRBARA RODRIGUES

- atualizado

O Congresso está de recesso e o presidente da república Michel Temer (PMDB) vai aproveitar o momento para se encontrar com cerca de 80 deputados que estão indecisos e não definiram se irão votar contra ou a favor a autorização para que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgue a denúncia apresentada pelo procurador-geral Rodrigo Janot.

Uma equipe será montada para monitorar todos os votos e o presidente deverá se encontrar pessoalmente com cada um dos 80 deputados que ainda estão indecisos e podem fazer a diferença quando o relatório sobre a denúncia seguir para votação no plenário da Câmara.

  • Foto: Dida Sampaio/Estadão ConteúdoMichel TemerMichel Temer

De acordo com O Globo, para conseguir os votos, o presidente deverá conceder benefícios aos deputados indecisos, como a liberação de emendas, com o objetivo de colocar a situação a seu favor. Essa estratégia teria sido a mesma usada por Temer para conseguir derrubar na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) o relatório de Sergio Zveiter (PMDB-RJ), que se manifestava favorável à denúncia, e ainda conseguir aprovar relatório de Paulo Abi-ackel (PSDB-MG), que se manifestava pela rejeição da denúncia contra Temer.

Para conseguir votos, o presidente estaria disposto de negociar ministérios, já que atualmente o de Cultura, foi desfalcado com a saída de Roberto Freire (PPS), e o de Transparência, teve a saída de Torquato Jardim. Além disso, muitos aliados defendem a saída do PSDB dos quatro ministérios que ocupa, já que a maioria dos tucanos é a favor da denúncia. Tudo isso abriria ainda mais espaço para Temer fazer mais aliados. A votação da denúncia está prevista para acontecer no dia 2 de agosto.


MAIS NA WEB