GP1

Brasil

Ex-apresentador diz que Globo proíbe funcionários de apoiar Bolsonaro

Fred Ring, que pediu demissão do SporTV, afirmou que quem se manifesta a favor do presidente é cancelado.

O ex-apresentador do SporTV, Fred Ring, afirmou nesta quarta-feira (08) em uma publicação no Instagram que a TV Globo proíbe seus funcionários de posicionarem a favor do presidente Jair Bolsonaro. Ele pediu demissão da empresa no ano passado.

A declaração de Ring foi feita por meio de comentário em uma publicação da página “Fui Clear”, no Instagram. O jornalista disse que quem manifesta apoio ao atual governo é criticado ou “cancelado” das “panelas” na emissora.

Foto: Reprodução/InstagramFred Ring
Fred Ring

“Sim! São proibidos! Quando expõe, são criticados ou ‘cancelados’ das panelas. Eu, por exemplo, fui procurar outro emprego. Pra bom entendedor meia palavra basta", escreveu o jornalista sobre o assunto.

Fred Ring, desde que deixou a rede Globo, tem dado a entender que enfrentava problemas na empresa por não possuir a mesma posição política dos colegas de trabalho. De acordo com o site O Dia, o apresentador chegou a dizer que "era perseguido por uma comentarista mulher, loira, que lacra pra caramba e aparece na Rede Globo".

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.