GP1

Brasil

Daniella Marques deve substituir Pedro Guimarães na presidência da Caixa

Após denúncias por assédio sexual, Pedro Guimarães deve ser substituído por Marques ainda nesta quarta.

Daniella Marques, atualmente secretária especial de produtividade e competitividade do Ministério da Economia, deve ser anunciada ainda nesta quarta (29), como a nova presidente da Caixa Econômica Federal. Ela irá assumir o posto de Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual no banco.

Marques é formada em Administração pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro e com MBA em Finanças pelo IBMEC, atuou no mercado financeiro por 20 anos, na área de gestão independente de fundos de investimentos. Além disso, foi sócio- fundadora e diretora de fundos de investimento antes de ingressar no governo.

Após as denúncias, a decisão de modificar o comando do banco partiu do Palácio do Planalto que procurava nomes para substituir Guimarães.

Investigação

Pedro Guimarães deixa o cargo de presidente da Caixa Econômica Federal após 3 anos e 6 meses no comando do banco. Guimarães está sendo investigado pelo MPF (Ministério Público Federal) por denúncias de assédio sexual, reveladas pelo portal Metrópoles.

Em entrevista ao site, funcionárias do banco relataram que se sentiram abusadas pelo economista, que se aproveitava de eventos e viagens de trabalho.

As denúncias relatam aproximação física e toques indesejados que teriam acontecido em viagens de trabalho, por Pedro Guimarães e empregadas do banco, especialmente em ações do Caixa Mais Brasil, programa criado pelo executivo para dar visibilidade à empresa em todo país.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.