GP1

Brasil

PM mata irmã após discussão em posto de combustíveis em São Gonçalo-RJ

Rhaillayne Oliveira de Mello foi presa logo depois pelo marido, que também é policial militar.

Uma policial militar identificada como Rhaillayne Oliveira de Mello foi presa acusada de matar a tiros a irmã, Rayana Mello, de 23 anos, durante uma discussão neste sábado (23), em um posto de combustíveis, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Rhaillayne é lotada no 7º BPM de São Gonçalo e foi presa pelo marido, que também é policial e atuava na 2ªUPP/16º Olaria. Ela foi encaminhada para a Delegacia de Homicídios de Niterói.

Foto: Reprodução/Redes SociaisRhaillayne Oliveira (à esquerda); Rayana Mello (à direita)
Rhaillayne Oliveira (à esquerda); Rayana Mello (à direita)

De acordo com informações do G1, as duas irmãs haviam saído de uma festa no bairro Barro Vermelho e pegaram um carro de aplicativo. No posto, elas se separaram e Rhaillayne voltou depois, armada.

A atendente do posto de combustíveis, Josiane Silva, onde ocorreu o crime, relatou o que aconteceu. “Elas vieram aqui da outra rua, onde tem vários bares, e elas já estavam discutindo lá. Aqui tem um banheiro e elas vieram para esse banheiro e começaram a discutir, até que aconteceu esse fato lamentável. Só escutei o barulho, muito, muito tiro”, afirmou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.