Fechar
GP1

Brasil

Filho do presidente Lula faz ‘lobby’ junto do pai e ministros

O caçula do petista tem levado ao governo temas que vão desde rodovia até casas de apostas.

O filho do presidente Lula, Luís Claudio Lula da Silva, que tem trânsito livre em Brasília, tem feito lobby junto do pai e ministros. Desde que passou a viver na Amazônia, para atuar como dirigente de futebol, o caçula do petista tem levado ao governo temas que vão de rodovia até casas de apostas.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, o empresário gabou-se: “Eu conheço 80% dos ministros de antes [da eleição]. Tenho intimidade com [Fernando] Haddad [ministro da Fazenda], com [Alexandre] Padilha [ministro das Relações Institucionais], de tomar café [juntos]”.

Entre os pedidos de Luís Cláudio ao Planalto está o tema que envolve as casas de aposta de futebol, porque, segundo ele, existe um mercado ilegal e paralelo que tem prejudicado o esporte.


“Converso abertamente com Haddad sobre isso. Regulamentação e cobrança por investigação devem existir, pois há brechas para corrupção com as apostas”, declarou Luís Claudio.

Comandando um time de futebol em Parintins, o empresário revelou que estaria aberto a receber patrocínio de casas de apostas para a sua equipe. Por sua vez, o governo Lula espera incrementar a receita com a regulamentação do setor.

BR-319

Luís Claudio também está articulando com o governo a pavimentação da BR-319, que liga Manaus a Porto Velho. Luís Cláudio planeja percorrer a rodovia nos próximos meses para filmar a região e mostrar ao pai as condições da estrada.

“A BR-319 é imprescindível para a região. Na seca do ano passado, houve um isolamento grande. Meu pai fica cercado por ministros, nem sempre ele sabe a realidade. Eu converso com ele sobre as dificuldades logísticas aqui, sobre o isolamento. A BR-319 é a única conexão com o restante do país. É uma obra difícil, mas tem que sair”, afirmou o filho de Lula.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.