GP1

Economia e Negócios

Petrobras contrata gás natural em chamada pública da TBG

O início da prestação de serviço será no dia 1º de maio.
Por Estadão Conteúdo

A Petrobras foi novamente a única empresa a participar da chamada pública da Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil (TBG) iniciada em 5 de abril. A estatal contratou espaço no duto para 12,9 milhões de metros cúbicos firmes por dia (m3/d) no curto prazo (oito meses). O edital permitia a contratação até 2025.

Do total contratado, 9,9 milhões de m3/d serão para saída em MS1 (Mato Grosso do Sul); SP1, SP2, SP4 (São Paulo); SC1 (Santa Catarina); e outros 3 milhões m3/d para o ponto de entrada em Campinas (EMED Gascar/SP). O início da prestação de serviço será no dia 1º de maio e término em 31 de dezembro de 2021.

As tarifas variaram de R$ 2,7587 por milhão de BTU na entrada em Campinas, a mais cara, até R$ 1,235, a mais barata, para a entrada em Mato Grosso do Sul (MS1).

Até o momento, a TBG tem em 2021 a capacidade de transporte de gás contratada pela Petrobras de 23,78 milhões m3/d, de uma capacidade total de 30 milhões de m3/d. O duto abastece termelétricas, refinarias e sete distribuidoras de gás natural.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.