Fechar
GP1

Economia e Negócios

Mercado projeta inflação mais alta e menor crescimento até 2025

Além da inflação mais alta, os analistas também preveem queda no crescimento econômico.

Analistas de mercado projetaram uma nova alta da inflação para 2023, segundo o Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira, dia 17. De acordo com o relatório, a expectativa é que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) feche o ano em 6,01%, um aumento em relação à projeção de 5,98% divulgada na semana passada.

Além da inflação mais alta, os analistas também preveem queda no crescimento econômico. Para 2023, espera-se que o Produto Interno Bruto (PIB) cresça 0,9%, em comparação com a projeção de 0,91% da semana passada.

A desaceleração também foi projetada para 2024 e 2025, com previsão de crescimento do PIB de 1,4% e 1,72%, respectivamente. Quanto à taxa básica de juros, os analistas projetam pela primeira vez em oito semanas uma queda, devendo fechar 2023 em 12,5%, ante 12,75% nas semanas anteriores. Atualmente, a Selic está em 13,75%. Para 2024 e 2025, os analistas mantiveram a projeção de taxa de juros de 10% e 9%, respectivamente.


Por fim, em relação à cotação do dólar, houve uma ligeira alteração, com os analistas estimando que a moeda americana fechará o ano valendo R$ 5,24, e não R$ 5,25 como projetado nas semanas anteriores.

O Boletim Focus é divulgado semanalmente e resume as estatísticas considerando as expectativas de mercado coletadas até a sexta-feira anterior. O relatório traz a evolução gráfica e o comportamento semanal das projeções para índices de preços, atividade econômica, câmbio, taxa Selic, entre outros indicadores. É importante destacar que as projeções são feitas pelo mercado, não pelo BC.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.