GP1

Eleições 2018

Gleisi diz que maior presente para Lula será PT vencer eleição

"O maior presente que vamos dar para o Lula é ganhar a eleição. E tirar o Lula daqui, aqui não é lugar de Lula, o lugar de Lula é na rua, com o povo, defendendo os direitos da população", dis
Por Estadão Conteúdo

A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, participou hoje de ato em defesa da democracia em frente à sede da Polícia Federal, em Curitiba (PR), onde o ex-presidente Lula está preso. Ela lembrou que hoje é aniversário de Lula. "O maior presente que vamos dar para o Lula é ganhar a eleição. E tirar o Lula daqui, aqui não é lugar de Lula, o lugar de Lula é na rua, com o povo, defendendo os direitos da população", disse. Ela contou ter visitado o ex-presidente na sexta-feira e que ouviu dele: "Vocês não desistam nunca."

Gleisi pediu aos presentes ao ato que não se intimidem, não desistam. "Eles não sabem o que falar, por isso gritam, empunham arma, temos que ir para a rua até o ultimo momento", pediu. "Estamos na rua até o último momento. As pessoas estão fazendo campanha espontaneamente, estão virando o voto." Segundo disse, Lula representa as conquistas dos trabalhadores, o caminho de consolidação da democracia, do processo democrático que começou em 1988. No governo do PT "foi a primeira vez que se enfrentou a fome no Brasil. A elite considerava a fome natural, mas nós conseguimos enfrentar isso.. O Nordeste não existia".

  • Foto: Lucas Dias/GP1Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PTGleisi Hoffmann, presidente nacional do PT

Gleisi afirmou, ainda, que com a saída do PT do governo a voz do povo foi calada. "Não deixaram Lula dar entrevista durante o processo eleitoral, não deixaram o cantor Roger Waters visitá-lo " Gleisi criticou a juíza que mandou policiais retirarem faixas das universidades.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.