GP1

Entretenimento

Filipe Ret fala como ídolos do rap o inspiraram no álbum "LUME"

O álbum é uma mistura de trap e funk, o que torna o som de Ret único e diferente.

O rapper brasileiro, Filipe Ret, lançou o álbum “LUME” nesta semana, que conta com a presença de nomes importantes da cena do rap e pop nacional, como a cantora Anitta, Mc Poze do Rodo e Mc Cabelinho.

O cantor carioca contou que outros nomes do rap brasileiro inspiraram a faixa “Todo Poder” do álbum. Filipe participou da edição de 2019 do João Rock, festival que acontece em Ribeirão Preto, São Paulo, e foi histórica para o rap nacional. No evento se apresentaram nomes de referência, como Djonga, BK, Emicida, Rael e Mano Brown.

Em entrevista ao canal Popline, o carioca contou sobre o processo criativo da faixa, que teve início nos bastidores do festival: “ficou eu com aqueles caras o tempo todo, aquela energia fluindo, a gente trocando ideia sobre tudo… Eu saí de lá, mano, energizado“, contou Ret. “Eu viajei, cheguei em casa com isso e saiu a letra toda, muito influenciado pelo flow do Djonga. Botei toda aquela energia do rap nacional nessa faixa”, disse.

Em “Todo Poder“, o cria do Catete “mata” o Ret que achou que venceu em cima de um beat de Portugal. “Na utopia eu vou falar que eu venci”, comentou o artista, destacando a luta social que tem pela frente. “Existe o lado entretenimento em que eu vou falar que eu venci, mas existe o lado sério, o lado trap mais rap (…) Eu acho importante pontuar coisas sérias”, finalizou.

O álbum é uma mistura de trap e funk, o que torna o som de Ret único e diferente, tornando um dos maiores porta-vozes do trap no Brasil.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.