GP1

Mundo

Mais da metade dos europeus quer veto a imigrantes muçulmanos

O Chatham House fez a pesquisa nos seguintes países: Bélgica, Alemanha, Grécia, Espanha, França, Itália, Áustria, Reino Unido, Hungria e Polônia.

O instituto Chatham House realizou uma pesquisa em dez países europeus sobre a imigração de mulçumanos no continente, de acordo com a Veja. O resultado da pesquisa mostrou que 55% das pessoas ouvidas concordam totalmente com a afirmação de que todos imigrantes de países de maioria muçulmana devem ser barrados. Somente 20% das pessoas ouvidas discordaram da afirmação e 25% delas nem concordaram nem discordaram. O Chatham House fez a pesquisa nos seguintes países: Bélgica, Alemanha, Grécia, Espanha, França, Itália, Áustria, Reino Unido, Hungria e Polônia.

  • Foto: Menahem Kahana/AFPMais da metade dos europeus quer veto a imigrantes muçulmanosMais da metade dos europeus quer veto a imigrantes muçulmanos

Dos dez países que participaram da pesquisa feita pelo instituto de política independente, 71% das pessoas concordaram com o veto total a imigrantes de países de maioria muçulmana na Polônia, 65% na Áustria, 53% na Alemanha, 51% na Itália, 47% no Reino Unido e 41% na Espanha.

Ainda de acordo com o instituto, os países da Áustria, Polônia, Hungria, França e Bélgica são onde a oposição pública aos imigrantes é particularmente intensa, mesmo diante do fato de que já existem populações muçulmanas residentes.

A pesquisa mostrou também que a oposição a imigrantes muçulmanos é particularmente grande entre pessoas aposentadas e de mais idade. Há também uma forte divisão caso se considere os anos de estudo. Entre aqueles com nível secundário, 59% se opõem à imigração muçulmana, enquanto menos da metade entre os que têm diploma defendem isso.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.