Fechar
GP1

Mundo

Louisiana aprova lei de castração cirúrgica de abusadores de crianças

O processo de castração cirúrgica é quando se retira definitivamente os testículos ou ovário.

O estado de Louisiana, nos Estados Unidos, aprovou um projeto de lei que permite a castração cirúrgica de pessoas acusadas de abusar crianças. A decisão que foi tomada segunda-feira (03) impacta quem cometer o crime com agravante, como quem for acusado de abusar menores de 13 anos.

O texto agora foi está nas mãos do governador republicano Jeff Landry, que é aliado de Donald Trump. Caso seja aprovada, a decisão será inédita nos EUA. Texas, Califórnia, Flórida e a Louisiana preveem a castração química, porém nenhum outro lugar dos EUA permite que o órgão do criminoso seja retirado.

O projeto prevê também que a decisão do juiz depende de um aval médico, determinando que o réu está apto para a cirurgia, método que busca evitar abusos penais.


Castração química e castração cirúrgica

A castração química é quando se usa alguns medicamentos que diminuem a produção de hormônios sexuais, para que consequentemente diminua a capacidade de ereção e a libido. A castração cirúrgica por outro lado, retira definitivamente os testículos ou ovário.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.