Fechar
GP1

Mundo

Vladimir Putin se reúne com Dilma e elogia trabalho no banco dos Brics

Encontro aconteceu durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF).

Dilma Rousseff, ex-presidente da República e presidente do Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), o banco dos Brics, se reuniu com o presidente russo Vladimir Putin, nessa quinta-feira (6). O encontro aconteceu durante o Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF).

Em postagem nas redes sociais, Dilma publicou uma foto onde aparece sorrindo ao lado do presidente da Rússia. Ela explicou que tratou com Putin sobre o cenário internacional e os rumos do banco dos Brics.

Foto: Reprodução/InstagramDilma Rousseff e Vladimir Putin
Dilma Rousseff e Vladimir Putin

“Eu agradeci o apoio da Rússia ao banco e à minha gestão. Precisamos de uma economia multipolar com novos centros que possam ajudar a suportar choques e crises globais. Isso permitirá reduzir o risco de instabilidade econômica global causada por problemas nas grandes economias”, afirmou a ex-presidente da República.


Vladimir Putin também comentou o encontro com a brasileira. Por meio de nota nas redes sociais, ele elogiou o trabalho de Dilma a frente do banco dos Brics. “É de notar que o banco conseguiu fazer muito este ano sob a sua liderança. Pela primeira vez, ele mostrou lucro significativo”, declarou o presidente russo.

Conversa com Lula

Na mesma nota, Putin disse que transmitiu cumprimentos a Lula (PT) no encontro com Dilma Rousseff, e revelou que deve ter uma conversa por telefone com o presidente do Brasil nos próximos dias.

“Peço que transmita meus melhores votos para o atual presidente do Brasil, senhor Lula. Nos próximos dias, concordamos em fazer um telefonema, discutir comunicações bilaterais e estamos à espera dele em Kazan no outono, na cimeira dos Brics”, concluiu Vladimir Putin.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.