Fechar
GP1

Mundo

Colômbia suspende exportação de carvão para Israel

Presidente Gustavo Petro afirmou que as exportações estão suspensas "até que o genocídio cesse".

O presidente da Colômbia, Gustavo Petro, anunciou, nesse sábado (08), que suspenderá as exportações de carvão para Israel por conta das investidas do país do Oriente Médio na Faixa de Gaza.

Segundo o presidente colombiano, esquerdista inveterado, as exportações do carvão, que é a principal fonte de combustível israelense, serão interrompidas “até que o genocídio cesse”, conforme anúncio via X, nesse sábado.

De acordo com decreto assinado por Petro, a medida entrará em vigor em cinco dias, sob a alegação oficial de que o carvão é usado em Israel como fonte de energia para a fabricação de armas e outros materiais militares. O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, por outro lado, nega as acusações de que esteja violando diversas convenções internacionais, através da atual guerra contra o Estado Palestino.

Segundo a publicação American Journal of Trasnportation, a Colômbia é o maior fornecedor de carvão para Israel, representando mais da metade da transação desse item no país do Oriente Médio.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.