Teresina - PI

Acusado de chefiar facção e assassinar 20 pessoas é preso no Piauí

"Segundo ele, não sabe nem quantas pessoas ele já matou na vida. Ele parou no vinte na contagem de assassinatos, foi ele que disse", afirmou o major Audivam Nunes.

Willyam Ricardo
Teresina
- atualizado

Um homem identificado como Edvan da Conceição Rodrigues, vulgo “Codó”, de 38 anos, foi preso na noite deste domingo (16), por volta de 23h, acusado de praticar crimes de homicídio, tráfico de drogas, organização criminosa e roubo a bancos. A prisão foi realizada no bairro Ininga, zona leste de Teresina.

Segundo informações cedidas pelo major Audivam Nunes, comandante da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública, Edvan, durante seu depoimento, teria parado na vigésima vítima na contagem de assassinatos que cometeu. Natural de Teresina, Edvan, que também é acusado de chefiar uma facção criminosa no estado do Pará, possuía um mandado de prisão preventiva em aberto, quando foi preso na noite deste domingo após sair de um show na zona leste de Teresina.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilEdvan da Conceição RodriguesEdvan da Conceição Rodrigues

“É um elemento muito perigoso, ele estava na lista dos mais procurados da região do Pará. Segundo ele, não sabe nem quantas pessoas ele já matou na vida, ele é chefe de uma facção criminosa do Pará. Ele parou no vinte na contagem de assassinatos. Ele estava num show, depois do evento, na saída, nós capturamos ele. O serviço de inteligência que passou todas as informações para gente”, explicou o major.

Diante disso, Edvan da Conceição foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina para a realização dos procedimentos cabíveis ao caso. A polícia vai encaminhá-lo para o Pará, onde será cumprido o mandado de prisão.