Bom Princípio - PI

Acusado de matar pai e filho em Bom Princípio do Piauí é preso

De acordo com a Polícia Civil, logo após o crime o acusado empreendeu fuga e depois se apresentou à delegada Rafaela Bezerra, porém a autoridade policial já havia solicitado um mandado de prisão.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Um homem identificado como José Carlos da Silva foi preso nesta quarta-feira (30), acusado de um duplo homicídio ocorrido no último domingo (27), durante uma discussão por conta de uma vaca que invadiu sua propriedade na zona rural da cidade de Bom Princípio do Piauí, região Norte do estado.

De acordo com a Polícia Civil, logo após o crime, o acusado empreendeu fuga e depois se apresentou à delegada Rafaela Bezerra, em Buriti dos Lopes, no entanto, a autoridade policial já havia solicitado um mandado de prisão preventiva à Justiça em desfavor de José Carlos, que acabou sendo preso nesta quarta.

Em razão disso, José Carlos da Silva será encaminhado para a Penitenciária Mista de Parnaíba, onde permanecerá detido até o julgamento do processo.

Entenda o caso

Pai e filho identificados como Leôncio Alves da Silva e Antônio Francisco de Sousa Silva foram assassinados na tarde desse domingo (27) no município de Bom Princípio, por conta de um gado que invadiu a propriedade de José Carlos da Silva, que ainda tentou matar outro filho e o genro de Leôncio Alves.

De acordo com o cabo Antônio, do Grupamento de Policiamento Militar de Bom Princípio, a PM tomou conhecimento do caso por volta de 16h30, através do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), dando conta que duas pessoas haviam sido baleadas.

“O gado entrou no cercado da propriedade de José Carlos da Silva e ele mandou avisar o Leôncio, que foi lá com os filhos dele e o genro para tirar o animal. Quando chegaram lá, o seu José Carlos disse que ia buscar um arame para ajeitar a cerca, mas voltou com uma arma e acertou pai e filho. O outro filho e o genro saíram correndo, mas ele já tinha alvejado os outros”, informou.

Ainda de acordo com o cabo Antônio, o senhor Leôncio já havia acionado a PM em outra oportunidade, pois o gado havia invadido a propriedade de José Carlos. “Teve outra vez que nós fomos lá com esse mesmo problema, mas nós conseguimos ajeitar a situação e ele tirou o gado, os outros estavam querendo confusão, mas nós chegamos e ele conseguiu tirar o animal”, completou.

Logo após o crime, o acusado empreendeu fuga.

Mais conteúdo sobre: