Mundo

Advogado de Trump pagou para silenciar atriz pornô, diz jornal

Na época, Donald Trump já era casado com a atual primeira-dama, Melania Trump, que estava grávida do caçula, Barron Trump.

Raisa Brito
Teresina

Reportagem do jornal The New York Times afirma que um mês antes das eleições presidenciais de 2016, o advogado de Donald Trump orquestrou o pagamento de 130.000 dólares para ex-atriz pornô Stephanie Clifford, 38, codinome Stormy Daniels, como forma de silenciá-la sobre um encontro sexual entre ela e o então candidato a presidente.

Segundo a Veja, os dois se conheceram em 2006 durante um evento de golfe. Na época, Donald Trump já era casado com a atual primeira-dama, Melania Trump, que estava grávida do caçula, Barron Trump.

  • Foto: Gabe Ginsberg/Getty Images - James Lawler Duggan/ReutersStephanie Clifford e o presidente americano Donald TrumpStephanie Clifford e o presidente americano Donald Trump

O advogado Michael Cohen foi o encarregado de fazer o pagamento e escrever o acordo de confidencialidade.

Depois que o advogado atrasou o pagamento do acordo, Clifford decidiu falar com a imprensa. Ela teria ficado apreensiva com um possível fim do contrato. O advogado, em um e-mail enviado ao jornal americano, disse que “esses rumores circularam várias vezes desde 2011 […], o presidente Trump e a senhora Daniels negaram veementemente o ocorrido”.

Clifford não foi a única mulher a falar publicamente sobre possíveis relações extraconjugais com o presidente. Durante a campanha presidencial, foi divulgado um vídeo em que claramente Donald Trump se gabava inapropriadamente sobre poder tocar nas genitais femininas.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB