Piauí

Amigos lamentam morte do jovem Matheus Nunes Castelo Branco

O corpo dele foi encontrado em um terreno baldio no residencial Nova Alegria, zona sul de Teresina, com nove perfurações de arma de fogo e com os olhos mutilados.

Fábio Wellington
Teresina
- atualizado

Amigos do jovem Matheus Nunes Castelo Branco, de 22 anos, que foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (15), foram às redes sociais lamentar a morte precoce do amigo. O corpo dele foi encontrado em um terreno baldio no residencial Nova Alegria, zona sul de Teresina, com nove perfurações de arma de fogo e com os olhos mutilados.

Matheus Nunes trabalhava como gerente de uma loja da rede de Fast Food Subway na Capital. O jovem era pai, e deixa um filho recém-nascido. Segundo a família ele nunca teve envolvimento com o submundo do crime.

  • Foto: Reprodução/FacebookAmigos lamentam morte de Matheus NunesAmigos lamentam morte de Matheus Nunes

Uma amiga do gerente disse que nunca vai esquecer do sorriso lindo e tímido de Matheus Nunes. “É assim que quero lembrar de você meu bebê, meu amigo meu menino. Sua estadia na terra foi rápida. Vai ficar em mim as saudades, e nunca esquecerei teu sorriso lindo e tímido. Vá em paz meu amigo”, escreveu.

  • Foto: Reprodução/FacebookAmiga lamenta morte de Matheus Nunes Castelo BrancoAmiga lamenta morte de Matheus Nunes Castelo Branco

Outra amiga do jovem disse que ficou sem palavras ao saber do falecimento do gerente da Subway. “Estou sem palavras. Iremos lembar do menino sorridente, e que ao mesmo tempo tímido. Tinha grandes amigos, inteligente e preguiçoso. Descansa em paz Matheuzim”, publicou.

  • Foto: Reprodução/FacebookAmiga lamenta morte do gerente do Subway Matheus Nunes Castelo BrancoAmiga lamenta morte do gerente do Subway Matheus Nunes Castelo Branco

Entenda o caso

Por volta de 6h da manhã desta quarta-feira (15), o corpo de um jovem foi encontrado com diversos disparos de arma de fogo e os olhos mutilados em uma estrada vicinal no residencial Nova Alegria II, zona sul de Teresina.

Segundo o DHPP, um levantamento feito pela perícia criminal constatou 9 perfurações por arma de fogo no corpo de Matheus Nunes Castelo Branco: duas na cabeça, duas no tórax, duas nas costas, duas na face e uma no pescoço. Além disso, os executores do homicídio ainda recortaram as pálpebras da vítima, deslocaram os olhos e os empurraram para o fundo da cavidade orbitária, com requinte de crueldade.

Os investigadores do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa já estão em campo, realizando o levantamento de novas informações, que possam chegar até os suspeitos que ainda não foram identificados.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Jovem encontrado morto com olhos mutilados em Teresina era gerente do Subway

Jovem é encontrado morto e com olhos mutilados na zona sul de Teresina