Piauí

Baixo estoque de sangue no Hemopi compromete cirurgias

Como o Hemopi é o único centro que distribui sangue para a rede pública e privada do estado, algumas cirurgias eletivas no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) tiveram que ser adiadas.

Andressa Martins
Teresina
- atualizado

Com o retorno das atividades hospitalares nos últimos meses, o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (Hemopi) vem enfrentando dificuldade em manter o estoque de sangue.

Conforme o diretor do Hemopi, Jurandir Martins, isso ocorre porque desde o início da pandemia do novo coronavírus (covid-19), as pessoas passaram a fazer menos doações. “Com essa retomada gradativa das atividades hospitalares de agosto para cá, de cirurgias eletivas, de consultas ambulatoriais, houve uma demanda ainda maior por sangue. Nesses meses de setembro e outubro, com o aumento de cirurgias, tanto eletivas como de urgência, a gente vem notando que a procura por sangue está muito grande, na contramão das doações, que estão ainda um pouco tímidas”, afirmou.

Como o Hemopi é o único centro que distribui sangue para a rede pública e privada do estado, algumas cirurgias eletivas no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) tiveram que ser adiadas. Para tentar sanar o problema, o diretor informou que o Hemopi está realizando campanhas em bairros da capital.

“Estamos buscando formas de estreitar essa relação com a população e fazer com que a população se torne cada vez mais sensível. A gente está com o calendário de coletas externas, que acontecem fora do Hemopi. A gente fazendo essa descentralização e a gente acredita que vai facilitar”, continuou.

Hemopi no Dirceu

Nesta segunda-feira (26) e terça-feira (27) o ônibus de coleta externa do Hemopi estará disponível para doações em frente ao Teatro João Paulo II, na Avenida Joaquim Nelson, no Dirceu. O ônibus estará disponível das 8h30 às 12h e das 14h às 17h.
Parcerias com grupos

“Temos parcerias com entidades públicas e privadas e alguns grupos que quase que diariamente fazem campanha de coleta interna no Hemopi, temos um ônibus que vai buscar grupos nos bairros, traz até o Hemopi e depois da doação vai buscar de volta”, finalizou o diretor.

Para doar os candidatos precisam:

• Ter entre 16 e 69 anos;
• Pesar acima de 50kg;
• Estar alimentado, saudável e sem sintomas de gripe ou resfriado;
• Apresentar documento oficial com foto;

Doação agendada

Para realizar a doação na sede do Hemopi, o doador poderá realizar um agendamento prévio, escolhendo qual melhor dia e horário para se dirigir ao hemocentro. A medida tem como objetivo evitar aglomerações. Para agendar, é necessário entrar em contato pelo telefone (86) 98894 6614.

Horário de atendimento

Em Teresina o hemocentro fica aberto de segunda a sábado das 7h15 às 18h. Os hemocentros de Parnaíba, Picos e Floriano funcionam de segunda a sexta.

Mais conteúdo sobre: