Economia e Negócios

Caixa credita R$ 6,5 milhões para o auxílio emergencial neste sábado

Conforme a Caixa, os recursos são liberados inicialmente por meio da poupança social digital que vai seguir de acordo com o mês de aniversário do trabalhador beneficiário.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

A Caixa Econômica Federal credita neste sábado (4) o Auxílio Emergencial a mais de 6,5 milhões de beneficiários que são trabalhadores e que estejam fora do programa Bolsa Família. Após ser creditado, os saques e transferências serão liberados em datas posteriores. Na quinta-feira (02) encerrou o prazo para se cadastrar no auxílio emergencial.

Conforme a Caixa, os recursos são liberados inicialmente por meio da poupança social digital que vai seguir de acordo com o mês de aniversário do trabalhador beneficiário, que poderá ser usado para pagar contas, boletos e compras por meio do cartão de débito digital.

Ao todo, a Caixa disponibilizará mais R$ 19,7 bilhões para 31 milhões de pessoas para pagamento da terceira parcela. Já na segunda parcela dos contemplados no lote 2 são 8,7 milhões de beneficiários (tiveram crédito da parcela 1 realizado entre 16/05 e 29/05) que receberão R$ 5,5 bilhões. No caso da primeira parcela dos aprovados dentro do lote 4, são 1,1 milhão de beneficiários que receberão cerca de R$ 700 milhões.

Para quem vai fazer o saque em dinheiro, os pagamentos iniciam em 18 de julho e irão até 19 de setembro. O calendário inclui a terceira parcela, a segunda parcela para os aprovados no lote 2 e a primeira parcela para os aprovados do lote 4.

Confira o calendário

18 de julho – nascidos em janeiro - 3,4 milhões de pessoas

25 de julho – nascidos em fevereiro - 3,1 milhões de pessoas

1º de agosto - nascidos em março - 3,5 milhões de pessoas

8 de agosto - nascidos em abril - 3,4 milhões de pessoas

15 de agosto – nascidos em maio - 3,5 milhões de pessoas

29 de agosto – nascidos em junho - 3,4 milhões de pessoas

1º de setembro – nascidos em julho - 3,4 milhões de pessoas

8 de setembro – nascidos em agosto - 3,4 milhões de pessoas

10 de setembro – nascidos em setembro - 3,4 milhões de pessoas

12 de setembro – nascidos em outubro - 3,4 milhões de pessoas

15 de setembro – nascidos em novembro - 3,2 milhões de pessoas

19 de setembro – nascidos em dezembro - 3,3 milhões de pessoas

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Prazo para solicitar auxílio emergencial do Governo Federal encerra hoje

Governo Federal vai prorrogar auxílio emergencial de R$ 600

Saiba como devolver auxílio emergencial recebido indevidamente