Sussuapara - PI

Câmara de Sussuapara fixa o salário de prefeito em R$ 12 mil

Situado a menos de 20 quilômetros de Picos, o município tem pouco mais de seis mil habitantes e praticamente não tem arrecadação própria.

José Maria Barros
Picos
- atualizado

A Câmara Municipal de Sussuapara aprovou, por unanimidade, no último dia 3 de fevereiro, projeto de lei de autoria do executivo que fixa o salário do prefeito Edvardo Antônio da Rocha, o Pé Trocado (PP), em doze mil reais mensais.

  • Foto: Divulgação/AscomPrefeito de SussuaparaPrefeito de Sussuapara

A proposta do Executivo já havia sido aprovada em primeira votação em sessão extraordinária realizada no dia 27 de janeiro. No dia 3 de fevereiro a matéria voltou ao plenário e, recebeu o voto favorável de todos os vereadores presentes. Os efeitos da lei são retroativos ao dia 1º de janeiro de 2017.

Município pobre

Situado na região de Picos, Sussuapara tem pouco mais de seis mil habitantes e sobrevive basicamente do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), cujo coeficiente é 0.6, o mais baixo na escala de transferências federais.

Apesar disso, o gestor de Sussuapara, Pé Trocado (PP), ganha um salário um pouco menor que o prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT), que percebe mensalmente R$ 13.500,00.

Enquanto Sussuapara tem pouco mais de seis mil habitantes e praticamente não arrecada nada em impostos, Picos possui quase 80 mil habitantes e figura como uma das primeiras em arrecadação de tributos no estado, especialmente o ICMS.

Fazendo uma comparação proporcional com o salário de doze mil reais de Pé Trocado, o prefeito da maior capital do país, São Paulo, João Dória Júnior (PSDB), recebe mensalmente exatos R$ 17.945,00. E o governador do Piauí, Wellington Dias (PT),  ganha R$ 17.500,00 por mês.

Mais conteúdo sobre: