Marcos Parente - PI

Cartões usados em saques irregulares de benefícios são apreendidos no Piauí

Na manhã desta quinta-feira, os policiais foram até o endereço do acusado, de iniciais C. R. S, onde localizaram 34 cartões magnéticos, além de RGs e cheques de terceiros.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

A Polícia Civil de Guadalupe apreendeu na manhã dessa quinta-feira (19) mais de 30 cartões magnéticos, entre cartões de contas bancárias e de benefícios sociais, durante o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça em razão de uma investigação que apurava a prática do crime de estelionato na cidade de Marcos Parente.

De acordo com o delegado titular da 19º Delegacia Regional de Guadalupe, Moises Linhares, a Polícia Civil recebeu diversas denúncias anônimas dando conta que um homem fornecia empréstimos a terceiros e como garantia fazia a retenção de documentos pessoais das vítimas, como cartões que possibilitavam que ele efetuasse saques de benefícios sociais das vítimas.

Com base nessa informação, a investigação avançou e o delegado Moises Linhares acabou representando pelo mandado de busca e apreensão, que foi expedido pelo juiz da comarca de Marcos Parente. Na manhã desta quinta-feira, os policiais foram até o endereço do acusado, de iniciais C. R. S, onde localizaram 34 cartões magnéticos, além de RGs e cheques de terceiros.

  • Foto: Divulgação/PC-PIPolícia apreende cartões em Marcos ParentePolícia apreende cartões em Marcos Parente

O acusado não foi localizado, mas o delegado Moises Linhas não descarta representar por sua prisão para que ele possa responder pelos crimes de apropriação indébita, apropriação de bens, proventos, pensão ou qualquer outro rendimento do idoso, dando-lhes aplicação diversa de sua finalidade, e por reter o cartão magnético de conta bancária relativa a benefícios, proventos ou pensão do idoso, bem como qualquer outro documento com objetivo de assegurar recebimento ou ressarcimento de dívida.

Equipes do Grupamento de Policiamento Militar (GPM) deram apoio à Polícia Civil, que disponibilizou o número do telefone da delegacia de Guadalupe (89) 9 9410 1030 para a realização de denúncias anônimas.

Mais conteúdo sobre: