Mundo

Casal é preso suspeito de manter 13 filhos acorrentados nos EUA

David Allen Turpin e Louise Anna Turpin foram presos após uma de suas filhas, de 17 anos, fugir no domingo (14) e chamar a polícia.

- atualizado

Um homem e uma mulher foram presos na noite desta segunda-feira (15) na Califórnia (EUA), suspeitos de manterem os 13 filhos em cativeiro, acorrentados e com fome. Os filhos têm idade entre dois e 29 anos.

  • Foto: Facebook/David-Louise TurpinFamília TurpinFamília Turpin

O caso aconteceu na cidade de Perris. Segundo o G1, David Allen Turpin e Louise Anna Turpin foram presos após uma de suas filhas, de 17 anos, fugir no domingo (14) e chamar a polícia. De acordo com a polícia, a menina estava muito magra.

Ainda não se sabe por quanto tempo as vítimas foram mantidas em cativeiro. As autoridades fixaram um fiança de US$ 9 milhões para os pais, que foram denunciados por tortura, cárcere privado e por colocarem os filhos em risco. Eles foram interrogados, mas, conforme a polícia, não apresentaram qualquer justificativa razoável para o caso.

Os filhos do casal foram alimentados e estão recebendo tratamento e apoio do Estado. Não há informações sobre o quadro de saúde deles.

Relatos de vizinhos

Alguns vizinhos relataram à imprensa internacional indícios de anormalidade na família. Kimberly Milligan, contou ao jornal Los Angeles Times que as crianças eram muito pálidas e tinham o olhar vazio e nunca saíam para brincar.

A família Turpin

Conforme o The New York Times, David Turpin trabalhava atualmente como engenheiro para o grupo de defesa Northrop Grumman, com um salário anual de US$ 140 mil. A família aparece em um perfil no Facebook, com o nome David-Louise Turpin, onde há diversas fotos do casal e dos filhos.

MAIS NA WEB