Saúde

Covid-19: Itália registra 889 novas mortes e supera 10 mil vítimas

Em relação ao número de casos, os Estados Unidos continua na frente, com números que passam dos 110 mil infectados.

Willyam Ricardo
Teresina
- atualizado

A Itália, o país europeu com o maior número de letalidade contabilizada, registrou neste sábado (28) 889 mortes por coronavírus (Covid-19) e superou as 10 mil vítimas.

No total, são 10.023 mortos no país, o número é quase o triplo de todo o total registrado e divulgado na China, que foi o primeiro país afetado pela pandemia. Até o momento, a Itália chegou a 92.472 casos confirmados neste sábado. Em 24 horas, a subida foi de pelo menos 5.974 novos casos.

Em relação ao número de casos, os Estados Unidos continuam na frente, com números que passam dos 110 mil infectados. Os EUA, porém, contabilizaram 1.900 mortes, até o momento, número expressivamente menor que na Itália.

O governo federal italiano anunciou hoje que planeja ampliar as medidas de confinamento até a metade do mês de abril. A gestão continua elaborando seu segundo pacote de estímulo econômico para reduzir os negativos efeitos econômicos causados pela crise.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Em pior dia da pandemia, Itália registra 969 mortos em 24 horas

Ministério da Saúde: 'Brasil não terá mesmo número de mortes que a Itália'

Mais de 54% dos casos importados de covid-19 para o Brasil vieram da Itália