Picos - PI

CTA de Picos registra quinze novos casos de HIV somente em 2019

Segundo as estatísticas a maioria das pessoas infectadas pelo vírus é do sexo masculino e jovens.

José Maria Barros
Picos

Confirmando as estatísticas dos últimos dez anos cresceu agora em 2019 o número de casos registrados de pessoas infectadas com o vírus HIV em Picos. Os dados são do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), que coleta o material, faz os exames e oferece o tratamento para os que dão positivo.

Segundo a coordenadora do CTA, enfermeira Isabel Fontes, do início de janeiro até 23 de abril de 2019, foram registrados quinze novos casos de HIV/AIDS em Picos. Desse total, nove dos infectados são do sexo masculino e seis do sexo feminino. A faixa etária mais atingida vai dos 15 aos 24 anos, ou seja, jovens, mas também tem idoso soropositivo.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Sede do CTA de PicosSede do CTA de Picos

“Diante desse quadro, nós temos chamado a atenção desses jovens para se preocuparem mais, buscarem informações sobre a doença, principalmente os métodos de prevenção. Sabemos que o HIV não tem cura, porém, tem tratamento. Temos que chamar a atenção para que as pessoas se previnam e a melhor maneira de prevenção ainda é o uso do preservativo” – aconselha a enfermeira Isabel Fontes.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Enfermeira Isabel Fontes, coordenadora do CTA de PicosEnfermeira Isabel Fontes, coordenadora do CTA de Picos

HIV é a sigla em inglês do vírus da imunodeficiência humana. Causador da AIDS ataca o sistema imunológico, responsável por defender o organismo de doenças.

Sífilis

O CTA de Picos também constatou um aumento nos casos diagnosticados de Sífilis. De janeiro para cá foram registradas 58 pessoas infectadas pela doença, sendo que desse total 27 são do sexo masculino e 21 do sexo feminino.

A Sífilis é uma doença infecto-contagiosa, sexualmente transmissível, que pode levar à morte se não tratada a tempo. É especialmente perigosa se a pessoa infectada for uma gestante. Se não for tratada precocemente, pode comprometer vários órgãos como olhos, pele, ossos, coração, cérebro e sistema nervoso.

A enfermeira Isabel Fontes assegura que o CTA de Picos disponibiliza o tratamento para todas as pessoas infectadas com a Sífilis que procuram o centro.