Política

Depois de sair do PSL, Flávio Bolsonaro vai se filiar ao Republicanos

Migração do senador ocorre depois da desistência de viabilizar o Aliança pelo Brasil para as eleições de 2020.

Por  Estadão Conteúdo

O senador Flávio Bolsonaro (RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, vai se filiar ao Republicanos (ex-PRB). A filiação deve ser oficializada ainda nesta sexta-feira, 27. O filho "01" do presidente deixou o PSL, junto com o pai, no ano passado após disputas com o presidente nacional da legenda, Luciano Bivar (SP). O vereador Carlos Bolsonaro, até então no PSC, também está a caminho da legenda.

Flávio e o pai tentaram tirar do papel o Aliança pelo Brasil. A nova legenda, porém, não conseguiu assinaturas suficientes para ser oficializada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Para disputar as eleições de outubro, por exemplo, um partido precisará estar homologado até 4 de abril. Os líderes bolsonaristas haviam admitido que não haveria tempo hábil.

O filho "01" será o segundo senador da bancada do Republicanos, que até o momento tinha só um integrante no Senado: Mecias de Jesus (RR). O partido é ligado à Igreja Universal do Reino de Deus e presidido pelo vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcos Pereira (SP).

Mais conteúdo sobre: