Teresina - PI

Deputado Fábio Macedo pede desculpas após confusão em bar

Por meio da nota de esclarecimento, o parlamentar alegou que tal descontrole emocional ocorreu por conta do consumo de bebidas alcoólicas associado ao uso de medicações para um tratamento de saúde.

Laura Moura
Teresina
- atualizado

O deputado Fábio Macedo (PDT-MA) pediu desculpas, por meio das redes sociais, e afirmou que irá assumir todas as responsabilidades legais após ser acusado de agredir um músico da banda Léo Cachorrão em uma casa de shows situada na Avenida Nossa Senhora de Fátima, zona leste de Teresina. Ele também chegou a fazer ameaças de morte aos policiais militares na Central de Flagrantes da Capital.

Por meio da nota de esclarecimento, o parlamentar alegou que tal descontrole emocional ocorreu por conta do consumo de bebidas alcoólicas associado ao uso de medicações para um tratamento de saúde. “Aos maranhenses que me elegeram e confiaram como seu representante, peço as mais sinceras desculpas por meu descontrole emocional na última madrugada, onde após o consumo de bebidas alcoólicas, associadas ao uso de medicações para tratamento de saúde, me envolvi em uma confusão em um bar na cidade de Teresina”, afirmou.

  • Foto: Facebook/Fábio Macedo/DivulgaçãoDeputado Fábio Macedo foi encaminhado para a Central de FlagrantesDeputado Fábio Macedo foi encaminhado para a Central de Flagrantes

Fábio também destacou que enfrenta problemas de depressão e alcoolismo. “Há anos enfrento problemas de depressão e alcoolismo e no momento da confusão estava sem controle de minhas faculdades mentais e em estado total de embriaguez. Sei que nada justifica minhas atitudes e como homem que sou, assumirei todas as responsabilidades legais e morais”, continuou.

O parlamentar ainda aproveitou para pedir desculpas a Polícia Militar. As ameaças foram gravadas e divulgadas por meio de um áudio e um vídeo pelo aplicativo Whatsapp. “Também peço desculpas à Corporação da Polícia de Teresina, a quem muito respeito e admiro o trabalho. Chegar a este momento é muito difícil e até doloroso, mas a verdade deve ser dita, não para me justificar ou fugir das responsabilidades, mas para que possam entender o que tenho passado nos últimos anos”, pontuou.

Confira a nota:

Entenda o caso

O deputado estadual do Maranhão, Fábio Macedo, foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina na madrugada deste sábado (09) acusados de agredir um músico da banda Léo Cachorrão em uma casa de shows da Capital. O parlamentar se envolveu em uma briga no estabelecimento, foi retirado do local e a PM foi acionado. Fábio ainda teria reagido a ação, precisando ser algemado para ser contido.

Na Central de Flagrantes, o deputado estadual ainda fez ameaças de morte contra um policial. “Depois eu te pego. Eu sou deputado, sou rico. Eu mando te matar vagabundo. Vou te pegar. Eu te mato. Eu sou Fábio Macêdo”, disse.

Mais conteúdo sobre: