Bocaina - PI

Erivelto Barros ignora recomendação do MP e nomeia servidores comissionados

Prefeito de Bocaina nomeou vários servidores comissionados indicados por apadrinhamento.

José Maria Barros
Picos

Ignorando recomendação do Ministério Público Estadual, o prefeito de Bocaina, Erivelto de Sá Barros (Progressistas), voltou a contratar servidores comissionados indicados por apadrinhamento. A medida foi tomada mesmo o município gastando acima de 56% da receita corrente líquida com pagamento de pessoal.

Somente agora no mês de março, o prefeito Erivelto Barros nomeou treze pessoas para cargos em comissão. As portarias foram assinadas dia 2 de março e cópias publicadas no Diário Oficial dos Municípios edição da última quarta-feira, 18.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Prefeito Erivelto BarrosPrefeito Erivelto Barros

Dentre os contemplados está o tio de Erivelto Barros, ex-prefeito de Bocaina Gilberto Leal de Barros. Ele foi nomeado para exercer o cargo de médico do PSF, junto a Secretaria Municipal de Saúde.

Recomendação

No dia 1º de agosto do ano passado o promotor de justiça Maurício Gomes de Souza recomendou ao prefeito Erivelto de Sá Barros que exonerasse todos os servidores municipais contratados sem prévia aprovação em concurso público de provas ou de provas e títulos.

Três meses depois o prefeito Erivelto Barros assinou um decreto exonerando todos os servidores comissionados indicados por
apadrinhamento. Além deles, o gestor exonerou os prestadores de serviços e terceirizados que estavam lotados na Administração, Secretarias e Unidade Mista de Saúde.

A princípio, não foram atingidos pelo decreto apenas os secretários municipais, servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Procurador Geral e Procurador Adjunto de Bocaina.

Nomeações

Quatro meses após assinar o decreto exonerando os comissionados, o prefeito Erivelto Barros começou a assinar portarias fazendo nomeações de servidores sem aprovação prévia em concurso público ou de provas e títulos.

Dos treze nomeados seis têm sobrenome Barros, o mesmo do prefeito Erivelto. Confira os nomes e respectivos cargos.
Alfredo Adelino dos Santos, diretor de obras, DAM III, lotado junto a Secretaria de Obras, Habitação, Urbanismo e Serviços Púbicos de Bocaina. Gilberto Leal de Barros, Médico do PSF junto a Secretaria Municipal de Saúde.

Gláuber Francisco Marques, Chefe de gabinete do prefeito, DAM III, lotado junto ao gabinete do prefeito municipal de Bocaina-Piauí.
Rauny Rodrigues Cipriano, Secretário da Junta de Serviço Militar do Município de Bocaina-Piauí.

Erica de Sousa Barros, Assessora técnica, DAM I, lotada junto a Unidade Mista de Saúde do Município de Bocaina.

Priscila Luz Rocha, Assessora técnica, DAM I, lotada junto a Secretaria de Educação do Município de Bocaina-Piauí.

Mayara Reis Lima, Diretora de recursos humanos, DAM III, junto a Secretaria de Saúde de Bocaina-Piauí.

Cláudia de Moura Leal, Assessora técnica DAM I, junto a Secretaria de Saúde do Município de Bocaina-Piauí.

Ravena de Carvalho Barros, Assessora técnica DAM I, junto a Secretaria de Assistência Social de Bocaina-Piauí.

Deborah Lyra Carvalho Moura Barros, Assessora técnica especial, lotada junto a Secretaria Municipal de Assistência Social de Bocaina-Piauí.

Maria Margaretti Barros, Coordenadora do NASF, DAM II, lotada junto a Secretaria Municipal de Saúde de Bocaina-Piauí.

Juliana Ramos Luz Barros, Coordenadora do PSF/ESF, DAM II, lotada junto a Secretaria Municipal de Saúde de Bocaina-Piauí.

Mariana Rocha de Sousa Leal, Diretora, DAM III, lotada junto a Secretaria Municipal de Educação de Bocaina-Piauí.

Outro lado

O prefeito não foi localizado pelo GP1.

Mais conteúdo sobre: