Piauí

"Espero que ele vá a júri popular", diz mãe de Vanessa Carvalho

Muito emocionada, a mãe de Vanessa, Vânia Carvalho, afirmou que participar da audiência é um “sentimento muito ruim. O pior do mundo, não sei nem explicar, muita emoção”.

Bárbara Rodrigues
Teresina
Jonas Carvalho
Teresina
Willyam Ricardo
Teresina
- atualizado

Audiência de instrução e julgamento de Pablo Campos

Iniciou na manhã dessa sexta-feira (22) na 1ª Vara do Tribunal Popular do Júri da Comarca de Teresina a audiência de instrução e julgamento do empresário Pablo Henrique Campos Santos, acusado de feminicídio contra Vanessa Carvalho e de tentativa de feminicídio da então namorada Anuxa Kelly, em razão de um atropelamento na saída de uma festa de casamento, ocorrido no último dia 29 de setembro, na Avenida Homero Castelo Branco, zona leste de Teresina.

Muito emocionada, a mãe de Vanessa, Vânia Carvalho, afirmou que participar da audiência é um “sentimento muito ruim. O pior do mundo, não sei nem explicar, muita emoção”.

O marido de Vânia Carvalho passou mal e não conseguiu comparecer à audiência. Ela afirmou que Pablo Campos destruiu a sua família. “Espero que ele continue preso, vá a júri popular e pegue a pena máxima, que ainda é pouco para ele. Meu esposo está medicado, não aguentou vim. Esse monstro acabou com a nossa família”, afirmou.

Ela disse ainda que não sabe como vai reagir ao ver o assassino da sua filha. “Não imaginei ainda, não consigo imaginar, eu vim pro Justiça. Só Deus sabe como eu estou aqui”, lamentou.

Lana Coelho, tia de Vanessa, afirmou que a família tem se reunido com outras pessoas que também passam por uma situação parecida. “No momento a gente está sem reação, é a primeira vez que a gente passa por essa situação e o que queremos é que seja feita Justiça para que outras pessoas não passem pelo o que a gente está passando, para que não tenham outros casos. Ontem fizemos uma reunião, um café para essas famílias se juntarem e para jutos pedirem justiça, pois eles sabem da dor e estão se solidarizando”, disse Lana.

A audiência

Estão previstos depoimentos de 7 testemunhas de acusação e 2 de defesa de Pablo. O juiz Antônio Nolêto é o responsável pela audiência. O advogado Leonardo Queiroz, que representa a família de Vanessa, afirmou que cada testemunha vai trazer informações sobre o crime.

“Na denúncia foi arrolada, além da vítima sobrevivente, mais sete testemunhas. Essas testemunhas, cada uma delas possuem uma informação específica que é relevante para a apuração do fato. E nós esperamos que se confirme os indícios suficientes de autoria e a prova da materialidade, que já é inconteste no autos, para que ele seja submetido ao julgamento pelo Tribunal do Júri”, afirmou o advogado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Caso Vanessa: Defesa de Pablo pede novas diligências à Justiça

Família de Vanessa Carvalho pede justiça em manifestação na Frei Serafim

Promotor denuncia Pablo Campos pela morte de Vanessa Carvalho