Teresina - PI

Evento em Teresina comemora Dia Mundial de Doação de Leite Humano

A reunião ocorreu no Riverside Shopping e contou com a presença das mães que participam do projeto de doação.

Jonas Carvalho
Teresina
Débora Dayllin
Teresina
- atualizado

O leite materno é o alimento mais completo e único para a sobrevivência de uma criança em seus primeiros dias de vida. No entanto, algumas mães não conseguem desenvolver o líquido em abundância e acabam necessitando da ajuda de outras mães para manter os seus pequenos saudáveis.

Essa sintonia materna proposta pelas doadoras de leite fez nascer o Dia Mundial de Doação de Leite Humano. No Piauí, essa data foi comemorada em um evento realizado na tarde deste domingo (19) no Riverside Shopping, em Teresina.

  • Foto: Débora Daylin/GP1Evento em comemoração ao Dia Mundial de Doação do leite humanoEvento em comemoração ao Dia Mundial de doação do leite humano

Com a presença das mães que participam do projeto de doação de leite na Capital junto ao estoque alocado na Maternidade Evangelina Rosa, o evento propôs uma ampla abordagem sobre o assunto e promoveu um debate sobre a resolução de alguns questionamentos a respeito da ação social.

  • Foto: Débora Dayllin/GP1Vanessa Paes.Vanessa Paes.

“A doação de leite humano perpassa pela prevalência de aleitamento materno. O nosso país ainda amamenta muito pouco. Muitas mulheres ainda não conseguem amamentar pelo período recomendado. A doação depende de uma mulher por trás, que possui uma amamentação bem sucedida e a doação de leite humano é fundamental para uma clientela de bebês que possuem uma saúde muito vulnerável, que é o bebê prematuro e de baixo peso”, informou a coordenadora do Banco de Leite da Maternidade Evangelina Rosa, Vanessa Paes.

Somente no ano de 2018, cerca de 18% dos partos realizados na maternidade foram de procedimentos prematuros. Contudo, o programa de aleitamento materno por doação já contabiliza mais de 1500 recém-nascidos prematuros atendidos pelo projeto.

“Hoje, dia mundial da amamentação, não poderíamos deixar de nos reunir com essas mães que são mulheres que têm uma ação valorosa de se dispor voluntariamente a ajudar a salvar vidas de bebês com esse elite excedente que elas têm. É algo que sempre nos emociona. Isso é um volume de ação grande e que faz a diferença na vida dessas famílias”, completou.

  • Foto: Débora Dayllin/GP1Clelea Santana.Clelea Santana.

Para Clelea Santana, mãe da pequena Helena Maria de 9 meses, a doação gera consequências positivas para a vida de quem doa e recebe. “É importante amamentar, a gente estuda e até percebe na saúde da criança, o quão importante e fundamental para o seu desenvolvimento é o leite materno. Eu fico muito feliz e satisfeita, me sinto privilegiada em poder doar, fico feliz”, disse.

As mães interessadas em compartilhar desse jeito de solidariedade, devem entrar em contato com a Maternidade Evangelina Rosa, realizar o cadastro e receber as informações necessárias para o procedimento de ordenha e estoque do leite.